Chorume: Reciclagem e Decomposição do Bagaço de Malte

Quer ter um potente e fácil adubo orgânico em sua horta caseira ou pomar, reaproveitando os residuos do seu bagaço de malte ou residuos da fervura (ou trub em ingles)? Ou quer ter uma renda extra com um Biodisgestor e/ou Composteira Coletiva?

A reciclagem sempre esteve em primeiro lugar na Confraria D-roj Plezuro. Reaproveitamento de garrafas e água, aquecimento de água da casa,  compostagem do bagaço do malte enterrando no solo, são alguns exemplos.

O processo de compostagem do bagaço é muito demorado (cerca de 6 meses), pode contaminar o solo com compostos ácidos resultantes do início da decomposição, além de atrair insetos e ratos, principalmente porque estamos numa área urbana.

Por isso, diminuímos a compostagem e começamos a aproveitar o chorume do bagaço. Ele é um adubo mais poderoso que o adubo do bagaço e, por ser líquido, possui alta absorção pelas plantas e necessita de muito menos espaço e tempo que a compostagem [1]. Pode ser feito até em apartamento.

O processo é simples

Separe um balde ou galão, no caso de apartamento, com tampa para armazenar o chorume. Faça cerca de 7 furos na parte superior com uma broca de 1 mm ou 2 mm. Isso deixa os gases sairem e, devido ao pequeno diâmetro, evita dos insetos entrarem.

Guarde o bagaço do malte e aqueles resíduos da fervura da cerveja em baldes com tampas. Deixe descansando por cerca de uma semana para decantar e decompor. Depois desse período, vire o balde do bagaço no balde de chorume (abra um pouco a tampa como na foto acima) para retirar o chorume do bagaço e deixe descansando, ou maturando, até perder totalmente o cheiro. Isso leva de tres a seis meses. As vezes menos.

Passado esse prazo, dilua o chorume diretamente em água na proporção 10 de água por um de chorume. O ideal é sempre utilizá-lo fresco. Isso é, diluir e pulverizar ou aguar.

Você pode tambem fazer sua composteira de resíduos domésticos, e usar o ultimo balde para armazenar o chorume do malte de cevada junto com o doméstico. Fica ainda mais potente [1].

Projeto Biodigestor ou Compostagem Coletiva (BCC)

A quantidade de resíduos orgânicos que poderiam ser reaproveitados no Brasil é gigante. Somente em 2008 foram produzidas quase 100 milhões de toneladas de resíduos de origem orgânica [2][3], e a maioria poderia gerar renda.

Um projeto interessante seria criar em cada cidade com mais de 10 cervejarias caseiras a coleta domiciliar (de bicicleta, como a Pedivela faz) e levar para uma Biodigestor e/ou Compostagem Coletiva (BCC, pra ficar mais fácil), como os biodigestor abaixo:

O projeto do BCC não tem um custo alto para se concretizar. O investimento inicial pode ser recuperado e ainda pode gerar uma renda para um grupo, que não precisa ser o mesmo das cervejarias. Cada cervejaria guarda seu malte em baldes e semanalmente é recolhido par ao BCC, evitando contaminações do Meio Ambiente e desperdício, sem custo para as cervejarias, pois muitos jogam seus residuos no lixo comum, infelizmente.

Esse é um estudo que poderia ser feito pela área de tecnologias de alimentos, como das Universidades, dos IFs-Institutos Fesderais de Educação, ou pessoas interessadas em investir.


Fontes:
[1] http://revista.zapimoveis.com.br/reaproveite-o-lixo-organico-e-tenha-um-... e http://compromissoconsciente.blogspot.com.br/2013/04/humus-liquido-como-...

[2] https://pt.wikipedia.org/wiki/Biodigestor_anaer%C3%B3bico e http://www.fcav.unesp.br/download/pgtrabs/zoo/m/3346.pdf

[3] http://www.portalresiduossolidos.com/residuos-organicos-biodigestor-comp...

< >
Derramando o chorume no maturador
<
Derramando o chorume no maturador
>