cerveja

Elvis continua vivo em cada esquina

Quem imaginaria que um cachorro fedido, aputrecido, abandonado por seu mal dono numa zoonose fosse fazer tanta falta? Em 2008 eles aceitavam o abandono. Hoje, nem todas zoonoses fazem isso.

Quando chegamos na zoonose de Vila Velha, numa segunda-feira pela manhã, uma carrocinha já estava cheia de cachorr@s. O que tinha escolhido na sexta-feira anterior, estava dentro. Levaram para o Hospital das Clinicas. Dizem que não iam matá-los. Pra quem sabe ler, um pingo é letra. Então nos restou ainda uns vinte cães para escolher.

Páginas